Polímeros: Ciência e Tecnologia
https://revistapolimeros.org.br/article/doi/10.1590/S0104-14282006000400003
Polímeros: Ciência e Tecnologia
Divulgation Article

Nanocompósitos de Poli(Cloreto de Vinila) (PVC)/Argilas Organofílicas

Poly(Vinyl Chloride) (PVC)/Organoclay Nanocomposites

Rodolfo Junior, Antonio; Pessan, Luiz A.; Souza, Michelle A.

Downloads: 0
Views: 263

Resumo

O interesse pelo desenvolvimento de nanocompósitos com matrizes poliméricas aumentou significativamente nos últimos anos, levando a uma grande quantidade de trabalhos publicados e de grupos de pesquisa e desenvolvimento interessados e trabalhando nesta importante área. Em geral, os materiais inorgânicos não apresentam uma boa interação com polímeros orgânicos, o que é desejável para obter um bom estado de dispersão no sistema e otimização de desempenho. Em função desta característica dos sistemas polímeros orgânicos/materiais inorgânicos como argila, tem-se buscado uma solução para este problema através de tratamentos prévios de superfícies das argilas com modificadores orgânicos. Os nanocompósitos poliméricos utilizando argila usualmente apresentam propriedades mecânicas e térmicas bastante atrativas e superiores aos compósitos convencionais, bem como valores reduzidos de permeabilidade, melhor resistência química a solventes e maior retardância a chama. Nas últimas décadas, nanocompósitos de policloreto de vinila (PVC) também têm sido preparados através de intercalação no estado fundido e apresentam resultados interessantes mas ainda com possibilidades de melhoria em função do potencial do material e de estudos similares com outras matrizes termoplásticas. O PVC é um material muito mais versátil e devido à sua necessidade de formulação mediante a incorporação de aditivos, o PVC pode ter suas características alteradas dentro de um amplo espectro de propriedades em função da aplicação final e características finais desejadas. Entretanto, devido a suas desvantagens inerentes, tais como baixa resistência à fratura, baixa estabilidade térmica e produção de fumaça escura durante sua combustão, o PVC e seus compósitos estão sujeitos a algumas limitações em certas aplicações. Dessa forma, o desenvolvimento de nanocompósitos poliméricos é uma alternativa promissora para tentar superar essas limitações e possibilitar o desenvolvimento de novos produtos com desempenho e propriedades diferenciados.

Palavras-chave

Nanocompósitos, poli(cloreto de vinila), PVC, argila organofílica, modificadores orgânicos

Abstract

In recent years, organic-inorganic nanocomposites have received great attention due to the excellent possibility of improving the mechanical, thermal and barrier properties of polymer matrix by the addition of small amounts of nanoscaled inorganic fillers to it. Nanoscale silicate layers of organically modified clay are usually dispersed in a polymer matrix to improve its properties. Because of the nanoscale effects, polymer/silicate layers of organically modified nanocomposites often exhibit significant improvement in strength, modulus, thermal resistance, and gas permeability barrier properties with far less silicate content than regular filler used those in conventionally filled polymer composites. Poly(vinyl chloride) (PVC), as an important commercial polymer, has been studied and used widely in industrial fields for many years. However, due to its inherent limitations, such as low thermal stability, brittleness and smoke evolution, PVC and its composites usually face some limitations in certain applications. Therefore, it is necessary to develop new PVC products with differentiated properties and performance in order to yield high added values and broaden PVC applications and in this regard the development of nanocomposites of PVC / silicates presents a very interesting way to prepare high performance PVC composites.

Keywords

Nanocomposites, poly(vinyl chloride), PVC, organoclays, organic modifiers

References



1. Yang, F.; Ou, Y. & Yu, Z. J. - J. Appl. Polymer Sci. 69, p.355 (1998).

2. Park, C. I. et al. - Polymer 42, p. 7465 (2001).

3. Fornes, T. D. et al. – Polymer 42, p. 9929 (2001).

4. Lan, T.; Kaviratna, P. D. & Pinnavaia, T. J. - Chemistry of Materials 6, p. 573 (1994).

5. Wang, Z.; Lan, T. & Pinnavaia, T. J. - Chemistry of Materials 8, p. 200 (1996).

6. Cho, J. W. & Paul, D. R. - Polymer 42, p. 1083 (2000).

7. Santos, P. S. - “Ciência e tecnologia de argilas: Fundamentos”, v. 1, 2. ed., São Paulo, Edgar Blucher (1989).

8. Díaz, F. R. V. - “Obtenção de argilas organofílicas partindo-se de argila esmectítica e sal quaternário de amônio ARQUAD 2HT-75”, in: 43º Congresso Brasileiro de Cerâmica, Florianópolis (1999).

9. Laba, D. - “Rheological properties of cosmectics and toiletries”, Nova York, Marcel Dekker (1993).

10. Kornmann, X.; Lindberg, H. & Berlund, L. A. - Poymer 42, p. 4493 (2001).

11. Ray, S. S & Okamoto, M. - Progress in Polymer Sci. 28, p.1539 (2003).

12. Vaia, R. A.; Ishii, H. & Giannelis, E. P. - Chemistry of Materials 5, p. 1964 (1993).

13. Coutinho, D. L. A. - “Desenvolvimento de nanocompósitos PP/ bentonita através da técnica de intercalação por fusão”. Dissertação de mestrado, Departamento de Engenharia de Materiais, Universidade Federal de Campina Grande, Campina Grande (2003).

14. Lan, T.; Kaviratna, P. D. & Pinnavaia, T. J. - Chemistry of Materials 7, p. 2144 (1995).

15. Krishnamoorti, R.; Vaia, R. A. & Giannelis, E. P. - Chemistry of Materials 8, p. 1728 (1996).

16. Krishnamoorti, R. & Yurekli, K. Currente Opinion in Colloid & Interface Sci. 6, p. 464 (2001).

17. Lan, T. & Pinnavaia, T. J. - Chemistry of Materials 6, p. 2216 (1994).

18. Fornes, T. D & Paul, D. R. - Polymer 44, p. 4993 (2003).

19. Rodolfo Jr. A.; Nunes, L. R.; Ormanji, W. - “Tecnologia do PVC”, 2. ed., ProEditores, São Paulo (2006).

20. Wang, C. et al. - Polymer Testing 22, p. 453 (2003).

21. Chen, C.; Teng, C. & Yang, C. - J. Pol. Sci. B: Pol. Phys. 43, p. 1465 (2005).

22. Starnes, W. et al. - Pol. Degrad. Stab. 82, p. 15 (2003).

23. Pike, R. et al. - Macromolecules 30, p. 6957 (1997).

24. Beyer, G. - Plast. Add. Compounding, p. 22 (2002).

25. Wang, D.; Parlow, D.; Yao, Q. & Wilkie, C. - J. Vinyl AdditTechnol, 8, p. 139 (2002).

26. Wan, C.; Qiao, X. & Zhang, Y. - Polym Testing, 43, p. 453 (2003).

27. Trilica, J.; Kalendova, A; Malac, Z. & Simonik, J. SPE ANTEC 2001 Proceedings, Dallas, TX, May 6-10, p, 2162 (2001).

28. Wang, D.; Parlow, D.; Yao, Q. & Wilkie, C. - J. Vinyl AditTechnol, 7, p. 203 (2001).
588371127f8c9d0a0c8b46f6 polimeros Articles
Links & Downloads

Polímeros: Ciência e Tecnologia

Share this page
Page Sections