Polímeros: Ciência e Tecnologia
https://revistapolimeros.org.br/article/doi/10.1590/S0104-14282007000300017
Polímeros: Ciência e Tecnologia
Scientific & Technical Article

Comparação da Influência entre Tempos de Polimerização em Resinas Compostas Polimerizadas com LED e Luz Incandescente

Comparison of the Influence of Curing Times Applied to Composite Resins Cured with LED and Incandescent Light

Freitas, Márcia F. A. de; Freitas, César A. de; Aguiar, Paulo R.; Cruz, Carlos E. D.; Bianchi, Eduardo C.; Santana, Lúcio R. S.; Ulhoa, Michele P. M.

Downloads: 0
Views: 278

Resumo

O propósito deste trabalho é fazer uma comparação entre resinas poliméricas dentárias, polimerizadas por aparelhos baseados em lâmpada halógena e diodo emissor de Luz (LED), utilizando-se o método do disco retificado aperfeiçoado para odontologia e os respectivos valores de microdureza. Foram realizados testes em amostras de resinas compostas de 5 diferentes marcas, polimerizadas a tempos de 10, 20 e 40 s, pelos dois aparelhos. A análise estatística dos valores de microdureza e agressividade permitiu concluir que estatisticamente não há correlação entre essas propriedades. Na análise de microdureza, a heterogeneidade característica do material implicou em resultados com valores de desvio padrão relativamente altos, de forma que não foi encontrada diferença estatística entre as amostras avaliadas. Na análise estatística dos ensaios baseados no método do disco retificado, a resina que apresentou maior desgaste nos ensaios, foi a Tetric Ceram, polimerizada pelo aparelho de LED por 10 s, cujo valor médio de agressividade obtido foi 0,170 mm³/N.m. A resina que sofreu menor desgaste foi a Charisma, polimerizada por Lâmpada Incandescente, por um tempo de 20 s, cuja média dos valores de agressividade foi 0,057 mm³/N.m.

Palavras-chave

Resina composta, desgaste abrasivo, métodos de avaliação, microdureza

Abstract

The purpose of this work was to compare polymeric dental resins cured with halogen lamp and with light emission diode (LED) devices, using the grinding disk method customized for dentistry and the corresponding microhardness values. Tests were carried out on resin samples of five brands, which were cured for 10, 20 and 40 s with the two devices. The analysis of microhardness and aggressiveness has allowed us to conclude that there is no correlation between these properties. In Microhardness tests, the material heterogeneity has produced relative high standard deviation values and has not shown statistical differences between the analyzed samples. In the statistical analysis for the results with the grinding disk method, the resin with highest wear was the Tetric Ceram, cured with LED device for 10 s (aggressiveness average 0.170 mm³/N.m ). The composite resin with least wear was Charisma, cured with halogen lamp device for 20 s (aggressiveness average 0.057 mm³/N.m ).

Keywords

Composite resin, abrasive wear, evaluation methods, microhardness

References



1. Dickinson, G. L.; Gerbo, L. R.; Leinfelder & K. F. - Clinical evaluation of a highly wear resistant composite, Amer. J. Dent., 6, 2, p.85-7 (1993).

2. Bianchi, E. C.; Dias, A. C. P.; Bianchi, A. R. R. & Freitas, C. A. - “Avaliação do desgaste abrasivo de resinas compostas”, In: Anais do 4º Congresso de Engenharia Mecânica Norte/Nordeste, Recife, 1996. . Rio de Janeiro, Associação Brasileira de Ciências Mecânicas, Vol.1, p.169-74 (1996ª).

3. Coelho, R. T. - “Estudo experimental da propriedade de dressagem de rebolos na retificação de precisão usando o método do disco retificado” Dissertação de Mestrado, Escola de Engenharia de São Carlos, Universidade de São Paulo, São Carlos, 122 p., 1991.

4. Kurachi, C.; Tuboy, A. M.; Magalhaes, D. V. & Bagnato, V. S. - Hardness evaluation of a dental composite polymerized with experimental LED-based devices, Dental Materials, 17, 4, p.309-315 (2001).

5. Tsai, P. C. L.; Meyers, I. A. & Walsh, L. J. - Depth of cure and surface microhardness of composite resin cured with blue LED curing lights, Dental Materials, Dental Materials, 20, 4, p.364-369 (2004).

6. Carvalho Junior, O. B. - “Avaliação “in vitro” da Dureza Superficial, da Contração de Polimerização e da Rugosidade de 29 Resinas Compostas”, Tese de Doutorado, Universidade de São Paulo, Brasil, 2002.

7. Dias, A. C. P. - “Estudo e desenvolvimento de um método e um banco de ensaios para a avaliação do desempenho de resinas para restaurações odontológicas, assistido por computador” Monografia (Graduação), Faculdade de Engenharia e Tecnologia, Universidade Estadual Paulista, Bauru, Brasil, 143 p, 1995.
5883711c7f8c9d0a0c8b4728 polimeros Articles
Links & Downloads

Polímeros: Ciência e Tecnologia

Share this page
Page Sections